sábado , junho 23 2018

Cheio de exageros, novo bar abre as portas com cinema, artes plásticas e moda

Com uma decoração exagerada e cheia de elementos artísticos, um novo espaço cultural abre as portas nessa sexta-feira (8). Reunindo cinema, moda e artes plásticas, o Drama resume a que veio no nome. É bar, galeria de arte, clube de cinema, loja de moda e brechó.

Idealizado pela cineasta Mariana Senna, ao lado do estilista Fábio Maurício e do artista plástico Ghva, o bar tem como proposta ser de tudo, menos banal. Surgiu quando os três amigos, encantados por toda manifestação artística, sentiram da falta de um local que reunisse conceitos que fazem parte da preferência de cada um.

“Sempre tivemos essa necessidade de estar em um lugar gostoso, com as nossas referências. E já que não tem por exemplo, cinema de arte, a gente viu aqui a oportunidade de trazer cultura, história e ao mesmo tempo que todo mundo possa se divertir”, explica Mariana.

O espaço não tem nada de minimalista. A decoração carregada tem como referência dramas que cada um carrega no dia a dia. Tem coisa reaproveitada por todos os lados. De objetos antigos, a peças de arte, tudo que eles tinham em casa foi customizado e virou decoração.  “Vem das referências de que tudo é um exagero, tudo se interpreta e acaba virando um drama”, explica a cineasta.

Dentro da casa, as cores escuras deixaram o lugar com uma aparência mais underground. Com fotografias de clássicos do cinema e da música, tem arte estampada nas paredes, cadeiras e mesas.

Já do lado de fora, as cores quentes deixam o jardim mais charmoso. Com cadeiras coloridas e uma estante antiga lotada de objetos, o espaço fica reservado para quem deseja sentar e jogar conversa fora. Lá dentro, a ideia é que a galera caia na pista ao som de muita discotecagem que vai mesclar sons de rock, blues, MPB e jazz.

paredes, além de quadros e fotografias, há obras de arte do artista plástico Ghva. As pinturas exibem as beleza do universo indígena e quilombola, também como maneira de propor um resgate cultural por meio da arte.

Em outro ambiente, o que se destaca são as peças do estilista Fábio Maurício, com figurinos inspirados na moda vintage e cortes que foram sucessos na década de 80. Inspirado na customização, os preços variam de R$ 70,00 a R$ 500,00. A peça mais cara da galeria de moda é uma jaqueta que demorou um mês para ser finalizada. Bordada com medalhas, paetês, miçangas e botões, a jaqueta chamativa sai por R$ 500,00. Já as peças de brechó custam entre R$ 20,00 e R$ 100,00.

O cinema  também estará presente. A proposta é exibir filmes aos domingos, com projeto Transcine, uma oportunidade de assistir bons filmes regionais e do mundo. Após as exibições, a discotecagem será com trilha sonora do cinema. No bar, os drinques também têm nomes de clássicos da telona. Quem gosta de filme vai poder beber O Iluminado, Laranja Mecânica, Gabriela e até Orgasmo.

A inauguração será hoje, a partir das 18h, com atrações e discotecagem até 2h. O Drama fica na fica na Avenida dos Estados, 21, quase esquina com a Rua 25 de Dezembro. Neste fim de semana a entrada é franca.

300x225-bed0b7d126d85457deda4881ac0d4f6a 300x452-7eea7f015b8fc0aee4aa986fedff1e62

Fonte: Campo  Grande News

Comentários

comentários

Tente de novo

Musical ‘Bem Sertanejo’, de Michel Teló, pode captar até R$ 7,6 milhões

A terceira temporada do musical Bem Sertanejo recebeu aval do Ministério da Cultura para captar mais de 7,6 milhões de ...