sexta-feira , abril 20 2018

‘Aquarius’ chega aos cinemas de Campo Grande em meio a polêmica e elogios

Um dos filmes brasileiros mais comentados dos últimos tempos, Aquarius chega aos cinemas de Campo Grande hoje, em meio a polêmicas. A estreia era aguardada pelo público, que organizou até um evento no Facebook para pedir a inclusão do longa-metragem na programação. O barulho deu certo e a produção de Kléber Mendonça Filho com Alice Braga no papel principal será exibido durante a semana.

A presidente do cineclube Cinema de Horror e uma das organizadoras do evento que pedia a estreia do filme aqui, Carolina Sartomen, acredita que a campanha deu resultados. “Eu e o Hugo Gondim que criamos o evento. O Hugo enviou e-mails a todos as redes de cinema de Campo Grande e o Cinemark acabou incluindo o filme”, afirma.

Um dos cotados a representar o Brasil na categoria Filme Estrangeiro no Oscar, Aquarius participou do Festival de Cannes como um dos favoritos em melhor filme e melhor atriz. A campanha da produção ia de vento em polpa até que os atores decidiram realizar no dia da estreia em Cannes, na França um protesto contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff que ocorria na época.

Com placas que acusavam o golpe no Brasil, os protagonistas foram notícia internacional. Desde então, a produção está em foco com os pontos positivos artísticos e a polêmica envolvendo a posição política dos realizadores. O medo é que o filme seja prejudicado na avaliação da comissão que escolhe o representante para o Oscar, formada pelo MinC (Ministério da Cultura).

“Há uma campanha reacionária contra o filme no País inteiro. A mídia corporativa tenta desqualificar o filme, dizendo que não tem público, por exemplo, sendo que ele foi uma das maiores bilheterias de estreia do cinema brasileiro, está sendo aplaudido por onde vai e recebeu boas críticas internacionais”, explica Carolina.

O filme estreou no dia 1º de setembro e foi assistido por 55.724 mil espectadores, ocupando o 10º lugar no ranking semanal. Lançado em 92 salas, teve uma média de 606 pessoas/sala, a segunda melhor entre os filmes em cartaz – perde apenas para Pets – A Vida Secreta dos Bichos, com média de 691 espectadores e exibido em 1064 salas. Aquarius também tem mais da metade do público total do filme “O Som ao Redor”, do mesmo diretor e que foi visto por 94.922 mil pessoas.

“Essa campanha negativa é complicada porque quando você diz que o filme não foi visto significa que ele não é bom, sendo que tem 55 mil pessoas que viram na semana de estreia. É preciso ter acesso a informação correta”, acredita.

Em Aquarius, Clara (Sonia Braga) tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Ela mora em um apartamento localizado na Av. Boa Viagem, no Recife, onde criou seus filhos e viveu boa parte de sua vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia.

Graças a campanha, o público poderá formar sua própria opinião assistindo a produção a partir de hoje, em três horários.

Fonte; Campo Grande News

Comentários

comentários

Tente de novo

Senado aprova construção de ponte em MS e Brasil dá passo importante para Rota Bioceânica

O Governo do Estado é parte integrante deste processo e tem atuado de forma efetiva ...