quarta-feira , agosto 15 2018

Governo autoriza produtores de café do Espírito Santo a renegociarem dívidas do crédito rural da safra 2015/2016

CNA considera medida importante para a recuperação da capacidade de investimento e da renda do cafeicultor capixaba

Os produtores de café do estado do Espírito Santo poderão renegociar suas dívidas relacionadas às operações de crédito rural de custeio e investimento em consequência dos prejuízos na produção e nas lavouras provocados por intempéries climáticas como estiagem e seca, na safra 2015/2016. A decisão foi tomada pelo Banco Central (BC), na Resolução 4.522, divulgada pelo Governo Federal, na última quinta-feira, (29/09).

A decisão tomada pelo BC resultou de insistente demanda da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Para a Confederação, a medida é particularmente relevante por consolidar avanços importantes em relação a outra recente Resolução do BC, de nº 4.519, formalizada na primeira semana de setembro. Tratou-se, segundo a CNA, do aperfeiçoamento de pontos pendentes e não contemplados em normas anteriores do governo federal.

A CNA entende que a medida era urgente e necessária porque os cafeicultores capixabas enfrentaram um longo período de estiagem com impactos altamente negativos sobre a última safra do estado, reduzindo drasticamente a produção.

A queda na safra cafeeira teve ainda outra consequência importante, o comprometimento da renda dos produtores, reduzindo sua capacidade de pagar os financiamentos contratados junto aos bancos referentes à safra 2015/2016.

Fonte: Portal do Agronegócios

Comentários

comentários

Tente de novo

Justiça Federal nega tentativa da defesa e confirma legalidade de escutas na Lama Asfáltica

3ª Vara também reafirmou competência para julgar desvios de verba do BNDES O juiz da ...