quarta-feira , agosto 15 2018

Com aumento da produção, SC aposta no leite para exportação

Produção nos três estados do Sul deve duplicar nos próximos sete anos. Especialistas dizem que para isso são necessários qualidade e organização.

Um dos indicadores favoráveis na economia de Santa Catarina, nos últimos meses, tem sido o das exportações. O estado agora aposta em um novo produto a ser lançado ao mercado externo, o leite, como mostrou o RBS Notícias.

Para o bem-estar dos animais, até ventiladores são instalados nos estábulos, para que as vacas fiquem à vontade e com isso aumentem a produção. Em Chapecó, no Oeste do estado, a tecnologia tem sido um auxílio para a estabilidade dos resultados.

“São várias tecnologias que precisam ser associadas para que hoje o produtor consiga sobreviver nesse mercado variável e que consiga manter um produto de qualidade ao consumidor final”, disse o produtor de leite Jair Trizotto.

Conforme a RBS TV, uma pesquisa da Aliança Láctea do Sul apontou que nos próximos sete anos, a produção leiteira nos três estados do Sul deve duplicar de 12 bilhões de litros ao ano para 24 bilhões. Uma solução para este aumento pode estar na exportação, desde que, antes se invista em qualidade e na organização da cadeia produtiva.

“Nós temos que pensar em qualidade, por isso, estamos discutindo modelos genéticos para definir qual é o animal que vai se posicionar melhor para produzir na região”, explicou o médico veterinário Luís Carlos Peruzzo.

“Apesar de ter um potencial imenso, o Brasil tem que convencer os compradores internacionais de que o leite que produz é de qualidade e que é produzido em vacas ‘felizes’, como faz a Nova Zelândia”, explicou o especialista em leite Arturo Gomez.

Fonte: Portal do Agronegócios

Comentários

comentários

Tente de novo

Justiça Federal nega tentativa da defesa e confirma legalidade de escutas na Lama Asfáltica

3ª Vara também reafirmou competência para julgar desvios de verba do BNDES O juiz da ...