domingo , abril 23 2017

Carta sobre ‘jogo do suicídio’ será enviada a pais e professores de MS

Uma carta com orientações sobre o jogo “Baleia Azul”, que estaria estimulando a automutilação e práticas suicidas em adolescentes, está sendo elaborada pela Secretaria Estadual de Educação. O objetivo é que o texto, com alertas e esclarecimentos sobre o “jogo mortal”, seja encaminhado a professores, pais e responsáveis de alunos de todas as escolas da rede estadual de ensino.

“A carta será concluída ainda nesta quarta-feira (19) e direcionada às instituições o mais rápido possível”, informou a secretária Maria Cecília Amêndola da Motta.

A preocupação veio à tona na manhã de hoje, quando professores de três colégios de Ponta Porã registraram boletim de ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia Civil do município depois que tiveram acesso a uma mensagem ameaçadora.

Nela, um jovem identificado como Lucas, afirma ser morador de Ponta Porã e estar participando do desafio da Baleia Azul, o que o levaria a dar balas envenenadas para 30 crianças das escolas Magsul, Topo Gigio e Calvoso. A mensagem encerra com pedido de desculpas às mães: “ mas tenho que cumprir ou eles vêm atrás de mim. sinto muito pelos filhos de vcs ** desafio aceito”.

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, por meio da assessoria de imprensa, informou que, conforme levantamento, foi registrado boletim de ocorrência envolvendo o jogo “Baleia Azul” somente em Ponta Porã.

“Os professores se sentiram no dever de requisitar a ação policial e registraram a ocorrência para se sentirem mais seguros, mas não há qualquer indício da veracidade do fato”, informa a fonte oficial da corporação.

A nota ressalta que o texto da mensagem é exatamente o mesmo que está circulando nas redes sociais de outros estados da Federação, portanto, não é possível afirmar nem se o autor da mensagem seria morador de Ponta Porã.

“Muitas pessoas aproveitam o calor dos assuntos que preocupam a sociedade para fazer brincadeiras de mau gosto e emplacar boatos”. Por enquanto, não houve nenhum caso propriamente dito de jovens envolvidos com o jogo da internet, o que inclui Campo Grande, onde não há registro na DPCA (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e Adolescente).

O Baleia Azul, ou “Blue Whale”, é um game que está preocupando a população em diversos países do mundo e, recentemente, no Brasil. O jogo teria sido criado na Rússia e propagado para outros lugares por meio da web, em grupos fechados do Facebook e WhatsApp, com foco principalmente em adolescentes.

Funciona com um moderador, que lança 50 desafios ‘macabros’, que vão desde a escrita de frases e códigos feitos com lâminas em mãos e braços, frequentar locais perigosos de madrugada, como telhados de edifícios, trilhos de trem e guinchos, até a tarefa final, que é retirar a própria vida.

Casos misteriosos de mortes de jovens em Minas Gerais e Mato Grosso estão sendo investigados para averiguar a relação com o Baleia Azul.

Fonte: Campo Grande News

Comentários

comentários

Tente de novo

Em depoimento, PRF afirma que atirou sete vezes em empresário por instinto

Policial rodoviário federal Ricardo Hyun su Moon, 47 anos, afirma ter atirado instintivamente sete vezes contra o empresário ...