quinta-feira , abril 19 2018

Guarda formaliza criação de “tropa de choque” com uniforme exclusivo na Capital

GPI e a Patrulha Ambiental vão atuar usando fardamento camuflado

Com dificuldades para cumprir a função orgânica, que é proteger o patrimônio público, a Guarda Civil Municipal (GCM) concluiu nesta segunda-feira a oficialização da formação de duas novas equipes de fiscalização.

Conforme publicado no Diário Oficial de Campo Grande, a partir de hoje, o Grupo de Pronta Intervenção (GPI), que funciona como “tropa de choque” da corporação, e a Patrulha Ambiental passam a atuar de forma caracterizada.

A Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social (Sesde) regulamentou o uso de novos uniformes. O GPI fará uso de camuflado digitalizado azul. Já a Patrulha Ambiental usará uniformes modelo camuflado serra marpat digitalizado (nos tons “verde, preto e marrom”). Ambos diferem do fardamento tradicional, na cor azul marinho.

EFETIVO

Com efetivo abaixo do necessário e ainda desempenhando funções que são atribuições de outras forças, a Guarda Civil Municipal desapareceu das principais praças de Campo Grande e cuida com precariedade dos postos de saúde, das escolas e creches, conforme noticiado pelo Correio do Estado.

Atualmente, 1.180 guardas atuam na Capital, mas seriam necessários 1.600, se fosse seguida a Lei Federal 13.022/2014, que determina que a guarda municipal não poderá ter efetivo superior a 0,2% da população em municípios com mais de 500 mil habitantes.

“TROPA DE CHOQUE”

Formado no ano passado após treinamento com a 9ª Companhia de Guardas do Exército Brasileiro, o GPI tem servidores armados e é responsável por atender casos como reintegrações posse, manutenção da ordem em eventos, patrulhamento e operações com mecanismos da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Com base no estatuto, o GPI faz uso de armas letais e não-letais, assim como agentes da polícias Civil e Militar. Nos equipamentos autorizados constam coletes à prova de bala, lançadores de granadas, granadas diversas, tonfas, revólveres, pistolas, espingardas e armas condutoras de eletricidade, entre vários outros.

 

Fonte: correiodoestado.com.br

Comentários

comentários

Tente de novo

Lula tem último recurso negado pela Justiça e vai continuar preso

Por 3 a 0, desembargadores do TRF4 não aceitaram embargos da defesa em 2ª instância.Lula ...