quinta-feira , julho 19 2018

Áudios sobre mortes por ‘H2N3’ começam a circular em MS

Já recebeu no WhatsApp? Nome correto do vírus é H3N2

Com o aumento no número de mortes pelo vírus da gripe em alguns estados brasileiros, boatos propagados principalmente pelo WhatsApp começam a circular entre os moradores de Mato Grosso do Sul. O último, atribuído a uma ‘diretora do Hospital das Clínicas’, fala do suposto vírus ‘H2N3’ que estaria matando dezenas de pessoas no Brasil. Quem gravou ainda diz que a OMS (Organização Mundial da Saúde) estaria ocultando informações da população.

O áudio foi encaminhado ao Jornal Midiamax por leitores, mas é falso. Em rápida pesquisa pela internet, é possível identificar a fakenews, como são chamadas notícias falsas espalhadas nas redes sociais. Uma mulher relaciona o vírus a morte de 72 pessoas em Goiás. De fato, o estado está em alerta para as mortes por gripes, mas ao contrário do informado, não é considerada morte em massa.

Esse casal pegou a gripe hn1n3 aí em Rio Claro ele veio a óbito ontem e foi para o velório em caixão lacrado para ser sepultado hoje nas primeiras horas, ela ontem a noite estava na UTI com falência múltipla de órgãos
ATENÇÃO: Muita atenção a este áudio enviado pela Diretora do HC (Hospital das Clínicas) ,preocupada com a nova gripe que esta chegando no Brasil e promete matar muita gente. Se vc puder evitar de ir em local de multidão(cinema,shopping,etc),tomar vitamina C, comer figado, suco de acerola e laranja por favor faça. Ouça o áudio até o fim, isto é muito sério..
.” (Sic)

Em Mato Grosso do Sul, o boletim epidemiológico da gripe é divulgado semanalmente pela SES (Secretaria Estadual de Saúde). A atualização deve ser publicada nesta quarta-feira (11). Até a semana passada, os dados até 4 de abril era de uma morte por gripe A em todo o Estado. A vítima era moradora de Campo Grande.

Até a segunda-feira (10), a secretaria de saúde de Goiás registrou a morte de oito pessoas pelo vírus H1N1. No total foram notificados 63 casos da doença. Além desses, foram registrados 26 casos e uma morte por gripe A (H3N2), uma variação do vírus – diferentemente do áudio, que cita o vírus H2N3. As informações foram divulgadas pelo G1 Goiás.

O áudio está sendo compartilhado junto à imagem de um casal, que supostamente morreu em decorrência de gripe, em Rio Claro. “Esse casal pegou a gripe hn1n3 em Rio Claro ele veio a óbito ontem e foi para o velório em caixão lacrado para ser sepultado hoje nas primeiras horas, ela ontem à noite estava na UTI com falência múltipla de órgãos”. (Sic).

Em Goiás há uma cidade chamada de Rio Claro, porém a morte de um casal por suspeita de gripe A em Rio Claro, São Paulo. O caso é investigado pela vigilância epidemiológica da cidade. De acordo com informações do Estado de SP, a secretaria de saúde confirmou até a terça-feira (10), 65 casos de gripe com 11 mortes. Os casos de gripe A (H3N2) são 19 com três mortes.

 

Fonte: midiamax.com.br

Comentários

comentários

Tente de novo

Comarca de Bela Vista abre inscrições para seleção de estagiários

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo de estágio para acadêmicos de Direito na ...