domingo , maio 20 2018

A cada 24h, Campo Grande registra média de 15 roubos neste mês

De ontem até às 10h desta quarta-feira, 11 casos foram registrados Sistema Integrado de Gestão Operacional em todas as regiões

Nos primeiros nove dias deste mês, foram registrados somente em Campo Grande 136 casos de roubos. Em média são 15 casos por dia. Um a cada duas horas. Nesta semana, o auxiliar de pedreiro Antônio Marcos Rodrigues de Souza, 34 anos, morreu com um golpe de faca no pescoço ao tentar ajudar uma adolescente de 17 anos vítima de assalto.

Conforme a Sejusp (Secretaria do Estado de Justiça e Segurança Pública), de janeiro até agora, foram registrados 2.304 casos de roubos registrados nas delegacias da Capital. Em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram 2.634, teve queda de 12%. O ano de 2017 fechou com 6.632 crimes dessa natureza. Já em 2016, foram 7.478. Entram nesta conta roubos de celulares, veículos, a residências, a empresas, a bancos e pedestres.

De ontem até às 10h desta quarta-feira (dia 9), onze casos foram registrados no Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional) em todas as regiões da cidade. Os casos aconteceram nos bairros Parque do Lageado, Coophavila II, Guanandi, Leblon, Guanandi, Amambaí, Jardim Anache, Los Angeles e Aero Rancho.

Por volta das 21h30 de ontem (dia 8), cinco bandidos armados fizeram uma família refém e fugiram levando vários objetos, além de R$ 12,5 mil em dinheiro. O caso aconteceu na Rua Campana, no Jardim Anache. Já na madrugada, taxista de 39 anos foi enganado por falso passageiro, rendido e obrigado a dirigir para o bandido que cometeu mais três roubos em várias ruas da cidade.

Na segunda-feira (dia 7), o roubo que acabou com a morte de Antônio Marcos gerou revolta dos moradores na região e causou comoção. Ele e o pai seguiam para o trabalho de bicicleta, quando avistaram a adolescente sendo rendida por um assaltante. A vítima tentou ajudar a garota e acabou ferida pelo ladrão. O caso aconteceu na Avenida Mato Grosso com a Rua dos Ferroviários, na região central. O suspeito pelo crime, Alexandre Moreira de Moraes, 23 anos, foi preso no mesmo dia por uma equipe da Polícia Militar. A intenção dele era roubar o celular da adolescente.

 

 Fonte: campograndenews.com.br

Comentários

comentários

Tente de novo

Eduardo Costa é investigado por fraude milionária em MG

Eduardo Costa está sendo investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais por suspeita de estelionato ...