Pelo teto e usando escada, bandidos invadem Caixa Econômica em cidade de MS

(Foto: Robertinho/ Maracaju Speed)

Bandidos invadiram a agência bancária da Caixa Econômica Federal nesta quarta-feira (15), em Maracaju a 160 quilômetros de Campo Grande. Eles entraram pelo teto da cozinha.

A descoberta da invasão aconteceu quando funcionários chegavam para trabalhar e encontraram na cozinha da agência bancária uma escada feita de cordas pendurada no teto. Segundo informações do site Maracaju Speed, os bandidos teriam informações privilegiadas já que na cozinha era o único local onde não tinha câmeras de segurança.

Ainda não se sabe se os bandidos conseguiram chegar ao cofre e levar dinheiro. A Polícia Federal está na cidade para investigar o caso.

Roubos a bancos em MS

Um dos casos que mais teve repercussão no Estado foi a explosão do Banco do Brasil em Sonora. Em 18 de abril de 2016, grupo fortemente armado explodiu a agência do Banco do Brasil. Além de explodir o banco, membros da quadrilha permaneceram na frente da delegacia da cidade, além do batalhão da Polícia Militar, atirando a todo momento para evitar que os agentes conseguissem sair. O banco foi totalmente destruído. Dois meses e meio depois, parte da quadrilha foi apresentada pelo Garras e Ronalth já havia sido identificado e indiciado.

Já em Pedro Gomes, cidade a 296 quilômetros de Campo Grande, uma agência bancária foi alvo de bandidos, no dia 10 de novembro. O Corpo de Bombeiros teve que ser acionado para conter as chamas da agência bancária que foi arrombada e explodida pela quadrilha. Os suspeitos teriam utilizado dois carros e armamento de grosso calibre. Na fuga, eles chegaram a espalhar ‘miguelitos’, artefatos feitos com pregos para dificultar a ação policial e evitar perseguição.

Em abril de 2019, uma quadrilha que explodiu um cofre de uma agência bancária, na cidade de Coronel Sapucaia, a 380 quilômetros de Campo Grande, teria levado o valor de R$ 100 mil do banco. Houve tiroteio na cidade que assustou os moradores e durou aproximadamente 1 hora. A quadrilha usou fuzis, um super lança-chamas e bombas para abrir o cofre do banco.

 

Fonte: midiamax.uol.com.br