Traficante fere servidora e foge pela porta da frente em presídio da fronteira

Unidade Penal de Ponta Porã, de onde preso fugiu nesta quarta-feira (Foto: Divulgação)

Armado com faca, o preso Johnatan Silva de Araújo, 19, fugiu na manhã desta quarta-feira da Unidade Penal “Ricardo Brandão”, em Ponta Porã, cidade localizada a 323 km de Campo Grande e separada por uma rua do território paraguaio.

Campo Grande News apurou que a servidora da portaria foi rendida pelo bandido, chegou a ser arrastada e ficou ferida, mas ainda não está claro se o ferimento é de facada.

Localizado em “zona de guerra” do crime organizado, o presídio não possui guarda externa desde que a Polícia Militar deixou as muralhas das penitenciárias de Mato Grosso do Sul. A unidade prisional não faz parte dos presídios sul-mato-grossenses em que os próprios agentes penitenciários cuidam da vigilância externa.

O presidente do Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária) André Santiago cobrou aprovação urgente da lei reconhecendo os agentes como policiais penais, para ampliar a atuação dos servidores. “Atualmente apenas 15% do efetivo está autorizado a cuidar da guarda externa”.

A fuga ocorreu por volta de 8h. Com a desculpa de que levaria álcool em gel para a portaria, Johnatan se aproximou da porta da frente e rendeu a servidora da portaria. Outros servidores relataram que o bandido chegou a arrastar a funcionária e correu para a rua.

Natural de Belo Horizonte (MG), Johnatan de Araújo estava na unidade penal desde 7 de junho do ano passado, após ter a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Johnatan foi preso pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) por tráfico de drogas em junho do ano passado. Ele conduzia um Polo prata na companhia de um adolescente. No porta-malas do carro foram encontrados 313 kg de maconha.

Fonte: campograndenews