Viúva posta foto de Aleksandro com filho em dia de despedida do marido

Tatiele Toro publicou foto com o marido, Aleksandro, e com o filho do casal. (Foto: Redes Sociais)

Na tarde desta segunda-feira (9), horas após o enterro do cantor Aleksandro, da dupla com Conrado, sua esposa, Tatiele Toro, se pronunciou pela primeira vez através de uma publicação no Instagram. No post, ela compartilhou uma foto com o sertanejo e o filho.

Além da publicação em seu perfil, ela também repostou algumas mensagens de homenagens em seus stories e publicou uma imagem dizendo “luto”. Aleksandro Talhari Correia, de 34 anos, morreu em um acidente no sábado (7) após realizar um show em Tijucas do Sul, no Paraná.

Ele, Conrado e a equipe seguiam para São Pedro (SP) para se apresentar no sábado à noite. Além do cantor, outras cinco pessoas morreram, enquanto 12 ficaram feridas, sendo duas em estado grave: João Vitor Moreira Soares, o Conrado, e Julio César Bigoli Lopes.

Natural de Dourados, Aleksandro foi enterrado hoje, em Londrina, no Paraná. Acompanhado por personalidades da música sertaneja, o velório ocorreu no Ginásio Jardim Bandeirantes.

Acidente com ônibus aconteceu rodovia de Miracatu, em São Paulo. (Foto: Divulgação/PRF)

Acidente com ônibus aconteceu rodovia de Miracatu, em São Paulo. (Foto: Divulgação/PRF)

Aleksandro nasceu em Dourados, a 251 km da Capital, e criou a dupla em 2003, junto com Conrado Bardi de Jesus Bueno, de 35 anos. Inicialmente, eles tocavam em barzinhos da cidade, em 2009, lançaram o primeiro CD. Dez anos depois, em 2019, Conrado seguiu carreira solo e o músico João Vitor Soares, de 27 anos, assumiu o nome Conrado e passou a fazer parte da dupla junto com Aleksandro.

Entre os cantores que estiveram presentes na despedida estão Loubet, Bruno e Barreto, Léo e Marky, Pedro Paulo e Alex, Antony e Gabriel, Léo e Raphael, Os Meninos da Pecuária, Bruno Rosa, Mariana e Matheus.

Cantor sertanejo foi velado em enterrado em Londrina, no Paraná. (Foto: Marcos Roman/Grupo Folha)Cantor sertanejo foi velado em enterrado em Londrina, no Paraná. (Foto: Marcos Roman/Grupo Folha)

Conforme boletim médico divulgado pela equipe da dupla, Conrado foi submetido a cirurgia de controle de sangramento e correção da bacia, seguindo em estado grave na UTI. Já Júlio César fez procedimentos cirúrgicos após fraturar o crânio e membros inferiores, também está internado em estado grave na UTI e irá passar por exames de imagem.

Investigação – Em nota, a Polícia Civil informou que o motorista do ônibus em que a equipe estava foi indiciado por homicídio e lesão corporal culposa. O veículo tombou na Rodovia Regis Bittercourt, em Miracatu (SP).

O local já passou por perícia e as vítimas foram ouvidas, por isso, a Polícia relatou que há prazo de seis meses para representação criminal contra o motorista partindo das vítimas.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente foi causado pela explosão do pneu dianteiro e esquerdo do ônibus. Uma das hipóteses é que o motorista teria perdido o controle do veículo após o para-choque dianteiro se soltar devido a um desnível na estrada e provocar um rasgo no pneu.

Um condutor que seguia atrás do ônibus filmou o veículo em alta velocidade, 140 km/h. Mas, em nota publicada nas redes sociais da dupla, a Singular Produções Artísticas informou que as imagens não condizem com o momento do acidente, “e, principalmente, não comprovam a velocidade do veículo no momento e, tão pouco, com o local da colisão”.

 

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS