Assaltante de bancos vai à delegacia fazer b.o. por extravio de documentos e é preso

Assaltante de bancos, um homem de 27 anos foi preso por falsidade ideológica nesta quarta-feira (20), em Campo Grande. Policiais da Quarta  de Polícia Civil de Campo Grande fizeram a prisão.

De acordo com a polícia, ele chegou à delegacia por volta das 13h solicitando registrar um boletim de ocorrência de extravio de seus documentos pessoais, quando apresentou um boletim de ocorrência sobre os mesmos fatos do Estado do Para.

Diante de versões controversas às perguntas feitas, os investigadores desconfiaram e então iniciou-se um trabalho de inteligência, para comparar os dados do boletim de ocorrência apresentado com outros registros com mesmo RG e número de telefone feitos em outras unidades da federação, em nomes diversos.

Com o confronto de informações fornecidas pelas Polícias Civis do Estado do Pará e , levantou-se a real identidade do autor, que confessou a prática dos crimes, afirmando ser criminoso que viaja todo o  praticando estelionato, tráfico de drogas, receptações de veículos, inclusive assaltos a bancos, que estão sob investigação das Unidades competentes.

Ainda de acordo com a polícia, ele apontou o local na rodoviária de Campo Grande, um guarda volumes, em que foram localizados pelos agentes um fuzil de air soft calibre 5.56mm, e duas pistolas de pressão, com as quais afirmou que participaria de roubos no Estado do Paraná, e cinco aparelhos celulares, além de um colete balístico com estampa camuflada.

Na oportunidade foi cumprido um mandado de prisão por crime de tráfico de drogas oriundo do Estado de Minas Gerais e levantou-se que o autor já foi preso várias vezes, por crime de estelionatos, roubo e furto, em diversos Estados do Brasil em que afirma que vive para o crime e não vai mudar.

A autoridade Policial representou pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva do autor o qual aguarda audiência de custódia.

 

Fonte: midiamax.uol.com.br