Consulta ao PIS 2024 é liberada; veja quem tem direito ao saque de até R$ 1.412

Trabalhadores em frente a Caixa Ecônomica Federal (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

Trabalhadores de todo o Brasil já podem consultar os valores do Abono Salarial do PIS/Pasep 2024, a partir desta segunda-feira (5). A informação, que inclui datas e bancos de pagamento, está acessível através da Carteira de Trabalho Digital e no portal Gov.br.

Neste ano, o calendário do benefício foi unificado para servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada, com os pagamentos iniciando em 15 de fevereiro. O cronograma levará em consideração o mês de nascimento do trabalhador para a disponibilização do benefício, permitindo que todos os beneficiários saquem o dinheiro até 27 de dezembro, conforme o Ministério do Trabalho e Emprego. (veja o calendário abaixo)

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Ao todo, 24.874.071 trabalhadores têm direito ao Abono Salarial em 2024, totalizando um gasto estimado de R$ 27 bilhões. Os beneficiários de empresas privadas receberão pela Caixa Econômica Federal, enquanto os vinculados ao setor público terão seus pagamentos realizados pelo Banco do Brasil.

O valor do Abono Salarial varia de R$ 118 a R$ 1.412, de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base de 2022.

Quem tem direito ao Abono Salarial do PIS?

Segundo a Caixa Econômica, têm direito a receber o abono salarial do PIS aqueles que:

Estiverem cadastrados no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
Tiverem recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
Tiverem exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
Tiverem seus dados informados corretamente pelo empregador (Pessoa Jurídica) na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.
Qual o valor do Abono Salarial?

O valor do abono salarial é proporcional ao tempo de serviço do trabalhador no ano-base em questão. O cálculo corresponde ao valor atual do salário mínimo, R$ 1.412, dividido por 12 e multiplicado pela quantidade de meses trabalhados no ano-base. Apenas quem trabalhou os 12 meses do ano-base recebe o valor total de um salário mínimo.

 

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS